Artigo

Impacto da COVID-19 na Hospitalização por Vírus Respiratório Sincicial em Crianças

O quê?

O estudo analisou como a pandemia de COVID-19 afetou a epidemiologia do vírus respiratório sincicial (VRS), que causa infecção respiratória aguda em crianças menores de 5 anos. Especificamente, avaliou-se a carga de hospitalizações por VRS durante o período da pandemia.

Por quê?

A pandemia de COVID-19 resultou em mudanças significativas nas interações sociais e na mobilidade populacional devido a intervenções não farmacêuticas como confinamentos e uso de máscaras. Essas mudanças tiveram potencial para alterar a transmissão de infecções respiratórias, incluindo o VRS, impactando diretamente as estratégias de prevenção e controle.

Como?

Foi realizada uma revisão sistemática da literatura, coletando dados publicados entre 1 de janeiro de 2020 e 30 de junho de 2022, além de dados não publicados sobre a epidemiologia do VRS. Utilizou-se um modelo de efeitos mistos generalizados para sintetizar as mudanças na incidência, distribuição etária e severidade da doença entre crianças hospitalizadas com ALRI associada ao VRS durante a pandemia, em comparação com o ano de 2019.

Estrutura PICOT População:...

Próximo Artigo

IA pode ser útil no gerenciamento de polifarmácia